Fevereiro Laranja e a importância da doação de sangue para o tratamento da Leucemia

0
329
Fevereiro Laranja e a importância da doação de sangue para o tratamento da Leucemia

Doe sangue neste Carnaval
 
Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a Leucemia é o 9º. tipo de câncer mais comum entre os homens e o 11º. entre as mulheres. Apesar dos índices estatísticos, é uma doença que atinge também crianças e idosos.

Ela se origina na medula óssea e se espalha pelo sangue, impactando na produção de glóbulos vermelhos, plaquetas e glóbulos brancos, causando sérios danos ao organismo, como anemia aguda, infecções e hemorragias.

A Campanha Fevereiro Laranja foi instituída nacionalmente para alertar a sociedade de que a prevenção e o diagnóstico precoce ainda são as estratégias mais eficientes no enfrentamento à doença.

Nesse contexto, é importante também conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue para pacientes em tratamento de Leucemia.

De acordo com o Banco de Sangue Serum, pacientes com leucemia aguda certamente necessitarão de transfusões de sangue ao diagnóstico e no decorrer do tratamento.

Isso ocorre porque, com o progresso da doença, que se origina na medula óssea, há um bloqueio na produção natural do sangue pelo organismo por ocupação da medula óssea pelas células tumorais. Dessa forma, os pacientes com esse tipo de câncer necessitam de transfusão de plaquetas e hemácias.

Como o sangue é convertido em plaquetas?

A instituição explica que há duas formas para obtenção de plaquetas, sendo uma por meio da doação de sangue total, na qual o sangue é separado em concentrado de hemácias, de plaquetas e plasma.

O segundo método é por aférese de plaquetas, processo em que o sangue do doador passa por uma máquina que separa apenas as plaquetas e devolve ao doador as hemácias e o plasma. Neste processo, a quantidade de plaquetas corresponde a cerca de sete doações de sangue total e expõe o paciente a menos doadores, o que é recomendado a pacientes com leucemia.

O Banco de Sangue Serum ressalta que todos os doadores, de todos os tipos sanguíneos, são bem-vindos nesta ampla rede de solidariedade. Não há restrição para doações de sangue que serão utilizados em tratamentos de leucemia, desde que os doadores estejam de acordo com os requisitos básicos descritos abaixo.

Requisitos básicos para doação de sangue:

• Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;

• Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);

• Estar em boas condições de saúde;

• Pesar no mínimo 50 kg;

• Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

• Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;

• Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);

• Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

• Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;

• Não ter tido Sífilis, Doença de Chagas ou AIDS;

• Não ter diabetes em uso de insulina;

❗ Consulte a equipe do banco de sangue em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias.

Critérios específicos para o CORONAVÍRUS:

• Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 30 dias após cessarem os sintomas para realizar doação de sangue;

• Candidatos que viajaram para o exterior devem aguardar 30 dias após a data de retorno para realizar doação de sangue;

• Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, bem como aqueles que tiveram contato com casos suspeitos em avaliação, deverão ser considerados inaptos pelo período de 30 dias após o último contato com essas pessoas;

• Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos SARS, ERS e/ou 2019-nCoV, após diagnóstico clínico e/ou laboratorial, deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindique a doação).

Serviço
Banco de Sangue Serum

Endereço: Rua Riachuelo, 43, Centro – Rio de Janeiro
Dentro do Hospital da Ordem do Carmo, 3º andar
Funcionamento 2ª a 6ª, 8h às 17h, Sábados 8h às 16h.
Telefone: (21) 3233-5950 | WhatsApp: (21) 97231-4651
Estacionamento conveniado durante a doação – Landeiras Park, Avenida Gomes Freire, 769 – Lapa

Informações para a imprensa:
àsClaras Comunicação

Susana de Souza – [email protected]
Tel.: (16) 98117-4920

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here