Lab Negras Narrativas abre inscrições para a 6ª edição nacional

SI Comunicação

Lab Negras Narrativas abre inscrições para a 6ª edição nacional

Realizado pela APAN, com patrocínio do Amazon MGM Studios e do Prime Video, o LNN levará os projetos finalistas para uma vivência na América Latina

Equipe LNN 2023

 

A Associação de Profissionais do Audiovisual Negro (APAN) anuncia a 6ª edição nacional do Lab Negras Narrativas (LNN) 2024, com inscrições abertas entre os dias 03 e 19 de julho. Desde 2016, o laboratório oferece um espaço de encontro e aprimoramento de narrativas afro-referenciadas visando fortalecer e internacionalizar as carreiras de realizadores negres de todo o Brasil. Direcionado à tríade criativa de direção, roteiro e produção, o LNN conta com o patrocínio do Amazon MGM Studios e do Prime Video.

Esta edição é destinada a profissionais negres em diferentes estágios de carreira, que estejam desenvolvendo projetos audiovisuais de ficção, nos formatos de curta ou longa-metragem. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas preenchendo o formulário disponível no site da  APAN.

A seleção irá considerar a originalidade artística e a relevância da narrativa, a trajetória da equipe proponente e a viabilidade de execução da proposta. A Comissão de Seleção, composta por profissionais negres das áreas de roteiro, direção e produção executiva, além de representantes da APAN, se compromete a respeitar a diversidade regional, de gênero e sexualidade na escolha dos projetos. 

Para a coordenação do Lab Negras Narrativas, composta por Melina Bomfim, Talita Arruda, Maíra Oliveira e Udinaldo Júnior, o Lab emerge de uma construção coletiva e promove um ambiente rico, orgânico e afetuoso para abraçar as imagens, sonhos e equipes dos cinemas negros.  O projeto é a possibilidade de um espaço seguro onde as histórias podem ampliar as formas de existência no mundo.

A 6ª edição do LNN contará com três etapas. A primeira será online e contará com encontros voltados para a reflexão sobre o pensamento negro nas artes. Será também o momento de realizar oficinas e consultorias focadas nos roteiros dos projetos. Nesta fase, cada um dos 16 projetos receberá uma bolsa de desenvolvimento no valor de R$3.000,00, em reconhecimento pelo tempo de dedicação, participação na formação e realização das atividades propostas.

Já na segunda etapa, 8 projetos seguirão no Lab. Esta fase será híbrida, oferecendo aos participantes uma residência artística imersiva presencial. Na ocasião, as equipes serão assistidas por tutores de direção e produção ao longo de uma semana. Também será intensificada a oferta de aulas de espanhol, acolhimento psicológico e outras terapias integrativas. Os oito projetos receberão R$20.000,00 cada um, como recurso para investimento no desenvolvimento das propostas.

A etapa final premiará três projetos com uma formação presencial, visando a internacionalização das carreiras das equipes participantes. Essa vivência será realizada em um país da América Latina e será totalmente custeada pelo LNN.

Na última edição do Lab Negras Narrativas, 194 projetos foram inscritos, de 21 estados das cinco regiões do país. “Neste ano optamos por uma submissão mais objetiva e simplificada, que certamente contribuirá para uma adesão superior aos quase 200 projetos inscritos no último ano”, diz  Maíra Oliveira, Coordenadora Pedagógica do LNN. “Em paralelo, desejamos ampliar as participações nas regiões norte e centro-oeste, em parcerias e ações como Lab Negras Narrativas Amazônicas que aconteceu em 2023 e o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), que aconteceu em junho em Goiás, com o objetivo de promover sensibilização, por meio de oficinas e a exibição de filmes participantes em edições anteriores do Lab”, complementa Melina Bomfim, Coordenadora Geral. 

Ainda sobre a vivência internacional da terceira etapa, Tatiana Carvalho Costa comenta que “parte da estratégia da APAN diz respeito à Internacionalização do Audiovisual Negro, pensando em nosso pertencimento afro-latinoamericano. Nesse sentido, já desenvolvemos a Escola bi-nacional FOCO para a formação de lideranças para o audiovisual negro no continente, em parceria com a Manos Visibles, na Colômbia. Teremos pelo menos um projeto daquele país participando e pretendemos intensificar esse intercâmbio latino-americano com a etapa internacional do LNN”, afirma a presidente da APAN. 

 

Sobre a Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro (APAN)
Criada em 2016, a APAN – Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro – é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, apartidária e com articulação, mobilização, incidência política, ações e representação nas cinco regiões do país. Desde sua criação, a associação defende o fortalecimento das Ações Afirmativas como princípio e estratégia política fundamental para a garantia da inclusão da população negra no setor audiovisual e para o avanço na luta de combate ao racismo no Brasil. A APAN é fruto de uma articulação histórica de cineastas e profissionais do audiovisual brasileiro voltadas a potencializar as políticas públicas e as ações de mercado que fomentem e ampliem o audiovisual negro no país. A APAN, tem como eixo central para sua incidência a articulação política, pautar e tensionar a construção de caminhos para o audiovisual brasileiro atento a um debate racial, de gênero e territorialidade.

Hoje a APAN tem como missão consolidar nos mais distintos âmbitos do audiovisual a presença de pessoas negras de maneira a promover narrativas, transformar a percepção da sociedade com relação à negritude, combater o racismo estrutural e referenciar possibilidades de construção coletiva dentre pessoas negras, nas políticas públicas e no mundo do trabalho.

Sobre o Lab Negras Narrativas
Elaborado desde o primeiro Seminário do Audiovisual Negro em 2016, o LNN tornou-se parte integrante do Festival Internacional do Audiovisual Negro do Brasil – FIANB em 2020. Hoje, com calendário próprio, o LNN visa criar redes, fortalecer parcerias e impulsionar profissionais do audiovisual negro brasileiro, prezando pela diversidade de gênero e de território.

 

Serviço:

Lab Negras Narrativas Nacional 2024 

Inscrições gratuitas: Site da Apan

De 03 a 19 de julho

Realização: Apan

Patrocínio:  Amazon MGM Studios e Prime Video

 

Informações para a imprensa – Si Comunicação

Bruna Dutra: bruna@sicomunicacao.com.br

Silvana Inácio silvana@sicomunicacao.com.br

Contato: Telefone (11) 3042-5641 | WhatsApp: (11) 99191-5116 

Inscrições abertas LNN: Laboratório gratuito de audiovisual para realizadores negros

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Discover

Sponsor

spot_imgspot_img

Latest

“A máquina do tempo” faz curta temporada em julho, no Teatro Municipal Domingos Oliveira

Peça infantil “A máquina do tempo” faz curta temporada em julho, no Teatro Municipal Domingos Oliveira Com direção de Denise Stutz, solo com texto e interpretação de Gui...

Cultura do Estado lança edital exclusivo para bandas de rock

Cultura do Estado lança edital exclusivo para bandas de rock Investimento de R$ 1,5 milhão vai contemplar bandas que apresentem composições originais   Rockeiros e rockeiras do...

Manu Bahtidão se consagra como uma das artistas mais ouvidas do Brasil ao atingir top 5 do Spotify com ‘Torre Eiffel’

Manu Bahtidão se consagra como uma das artistas mais ouvidas do Brasil ao atingir top 5 do Spotify com ‘Torre Eiffel’   A faixa está muito...

13ª Mostra Ecofalante de Cinema anuncia os filmes selecionados para seus programas competitivos

13ª Mostra Ecofalante de Cinema anuncia os filmes selecionados para seus programas competitivos Festival é gratuito e acontece em São Paulo entre 1 e 14...

Natascha Falcão faz show de lançamento do EP “Universo de Paixão”

Natascha Falcão faz show de lançamento do EP “Universo de Paixão” Cantora pernambucana indicada ao Grammy Latino apresenta seu terceiro disco ao público dia 18 de...