10.3 C
Nova Iorque
sábado, maio 8, 2021

Buy now

Nona edição do Estúdio Escola de Animação abre inscrições 

Nona edição do Estúdio Escola de Animação abre inscrições 

entre 10 e 23 de maio para formação remota gratuita

– Em seis meses, os alunos produzirão coletivamente quatro curtas 100% autorais –
– Migração para o ambiente digital aumentou o engajamento dos alunos em 2020 –
– Saiba tudo sobre a iniciativa premiada no site 
estudioescola.com.br – 

 Estúdio Escola de Animação   Estúdio Escola de Animação 
 

Dizem que devemos investir dez mil horas se quisermos ficar realmente bons em algo. Mesmo que a conta não seja exata, já vale para nos dar um norte – afinal, nada se consegue sem empenho. Pense num jovem que sonha em trabalhar com a produção de desenhos animados. Por onde começar? Um bom curso! Há nove edições, o Estúdio Escola de Animação (EEA) vem formando uma garotada que fará diferença no mercado de trabalho audiovisual em poucos anos. Aliás, nem precisamos adiantar o futuro: hoje, 40% dos ex-alunos estão empregados em estúdios, no Brasil e no exterior.

O depoimento de Beatriz Crato, aluna de 2020 (assista aqui), chamou a atenção das equipes da Baluarte Cultura e da Copa Studio, que idealizaram e vêm realizando o EEA juntos desde 2012: durante cinco anos ela se candidatou até ser, finalmente, selecionada. O curioso é que estamos acostumados a ouvir relatos semelhantes quando alguém está estudando para um concurso público, por exemplo. Foi uma grata surpresa saber que há pessoas que esperam ansiosas pelo seu momento de participar do Estúdio Escola. E casos como esses são cada vez mais comuns dentro do projeto, que já é referência no ensino de animação no país. 

Inscrições abertas

As inscrições para o processo seletivo de 2021 estarão abertas entre os dias 10 e 23 de maio. Podem concorrer jovens de 16 a 24 anos, moradores do Rio de Janeiro e Grande Rio, através do site www.estudioescola.com.br. Pelo segundo ano consecutivo, o curso será ministrado totalmente de forma remota, de julho a dezembro, agora com aulas três vezes por semana (segundas, quartas e sextas, em dois horários: das 8h às 11h e das 19h às 22h).

Como nas edições anteriores, são 45 vagas para o nível 1 divididas em três turmas de 15 alunos e cada uma fará um filme de animação ao final do curso. Todos os critérios para participação na formação se encontram no regulamento no site. O processo seletivo inclui duas etapas: na primeira são avaliados a resposta ao questionário de inscrição e o desenho, enviados pelo site. E, então, os 150 jovens selecionados são entrevistados para checagem dos requisitos fundamentais daqueles que preencherão as vagas disponíveis.

Sobrevivência e reinvenção nesta pandemia

Depois de tocar a mudança de toda a dinâmica do projeto em três meses, forçada pelas circunstâncias, a diretora de produção Paula Sued olha para o novo tempo pela janela. “O Estúdio Escola sobreviveu, se reinventou, entregou excelentes resultados e, quando acabar a pandemia, terá duas possibilidades de existir: presencial e remotamente. E isso nos dará a possibilidade de chegarmos em outras cidades brasileiras, algo que queremos já há algum tempo”, enumera.

Talvez a falta de ter um professor passando em cada mesa e dando aquela dica preciosa tenha sido compensada pelo fato de todos os alunos estarem bem equipados em casa. “Com a migração para o formato online, oferecemos computador, mesa digitalizadora e um up grade na Internet dos alunos que comprovaram baixa renda. Além disso, eles puderam usar os softwares por mais tempo, para além da aula em si. O ganho foi muito significativo, ficamos impressionados com a qualidade dos curtas produzidos.

Curso reproduz funcionamento de estúdio profissional

Um dos grandes entusiastas do Estúdio Escola de Animação é Zé Brandão, diretor criativo da Copa Studio e coordenador pedagógico do EEA. Segundo ele, “os jovens têm a possibilidade de ter uma primeira experiência de atuação num ambiente agora virtual, mas muito semelhante a um estúdio de verdade, passando por todas as etapas de produção de um curta de animação como construção de roteiro, storyboard, animatic, criação de personagens, cenários, animação e edição”.

Esses processos são o mote para que os estudantes aprimorem as suas técnicas como desenhistas, se apropriem das ferramentas tecnológicas mais avançadas no mercado de animação, dialoguem com profissionais experientes e ampliem o seu repertório estético e cultural.

As aulas são ministradas por profissionais renomados e atuantes no mercado da animação. Como o caso da professora Lena Franzz que, desde 2017, faz parte do corpo docente do EEA. Lena foi diretora de animação da 4ª temporada do desenho Irmão do Jorel, primeira animação original do Cartoon Network feita no Brasil e na América Latina e coproduzida pela Copa Studio. Lena foi contratada recentemente pelo estúdio canadense WildBrain.

E o melhor: o EEA está afinadíssimo com o mercado mundial de animação. Desde o início da pandemia, os estúdios vêm atuando de forma remota e os alunos do Estúdio Escola já estão aprendendo a profissão nesse ambiente virtual. E esse fator os prepara para a realidade que se consolida. “Estamos percebendo que muitos profissionais estão sendo contratados por estúdios estrangeiros e mantendo suas residências em suas cidades de origem. Isso é uma tendência no segmento”, aponta Brandão.

Vale lembrar que o mercado de animação brasileiro aumentou 72% na última década, totalizando 179 estúdios no país.

Oito edições em números: 315 alunos, 30 curtas, 25 participações em festivais e 4 prêmios

Desde a sua primeira edição, mais de 315 jovens aprenderam diferentes técnicas de animação, tanto digitais como analógicas. Ao todo, foram produzidos 30 curtas metragens de animação, somando 25 participações em festivais (incluindo o AnimaMundi) e colecionando três prêmios.

O principal deles veio em 2019, quando o Estúdio Escola de Animação ganhou o 1º Prêmio ODS da Rede Brasil do Pacto Global, sendo reconhecido como uma importante iniciativa no fortalecimento do ODS 4 – Educação de Qualidade e ODS 8 – Emprego Decente e Crescimento Econômico. A Baluarte apresentou esse case num evento realizado na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova York, nos Estados Unidos.

O EEA é patrocinado pelas empresas Halliburton e Wilson Sons e tem apoio da Austral Seguradora e do Grupo Luxor por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Também é financiado através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS com patrocínio da empresa RioCard, copatrocínio da Wilson Sons Ultratug Offshore e Araújo Abreu Engenharia e apoiado pelas empresas Game XP, Artplan Comunicação e Atlas Professionals do Brasil.

Veja as animações + depoimentos dos alunos + trechos das aulas:

www.youtube.com/user/eescoladeanimacao
www.facebook.com/estudioescola

https://www.instagram.com/estudioescola/?hl=pt-br  

QUEM REALIZA O ESTÚDIO ESCOLA DE ANIMAÇÃO

BALUARTE CULTURA (www.baluartecultura.com.brcria soluções que unem interesses da sociedade e empresas, ajudando a construir um mundo com mais equidade através de parcerias multissetoriais. Em 15 anos de atuação, já realizou projetos que beneficiaram mais de 3 milhões de pessoas em todo o Brasil. Empresa B Certificada desde 2015, a Baluarte também é signatária do Pacto Global e foi uma das vencedoras do 1º Prêmio ODS da Rede Brasil do Pacto Global com o case Estúdio Escola de Animação. No Estúdio Escola, a Baluarte Cultura é responsável pelo planejamento estratégico, gestão operacional, captação de recursos, produção executiva e administrativa além da mensuração de resultados.

COPA STUDIO (www.copastudio.comé um dos estúdios de animação mais abrangentes da América Latina com duas indicações consecutivas ao Emmy Internacional nos últimos dois anos e mais de cem horas de conteúdo produzido em onze anos, incluindo sete séries de animação originais no ar em todo o mundo, como Irmão do Jorel (Cartoon Network), Ico Bit Zip (National Geographic Kids), As Microaventuras de Tito e Muda (Discovery Kids) e Historietas Assombradas Para Crianças Malcriadas (Cartoon Network). O Copa Studio também oferece atendimento em animação digital 2D de alta qualidade, com clientes como Cartoon Network, Fox, Discovery Kids, Globo, Hasbro e Netflix.

Monica Ramalho – (21) 9.9163.0840 – [email protected]
Rafael Millon – (21) 9.8558.9849 – [email protected]

Related Articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Latest Articles