O cenário e as oportunidade do mercado de FIDCs no Brasil

O cenário e as oportunidade do mercado de FIDCs no Brasil

*Por Rafael Pizzardo

Embora ainda possua uma parcela pequena de participação no mercado de fundos como um todo, o instrumento de investimento em direitos creditórios vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. Os FIDC apresentaram no primeiro trimestre deste ano um forte volume de emissões, o equivalente a R$ 24,7 bilhões, segundo dados da consultoria Uqbar. Se comparado com o mesmo período do ano passado, isso representa crescimento de 125%. Esse avanço expressivo mostra um mercado aquecido nessa frente, e uma série de fatores que vem ocorrendo nos últimos anos explicam isso.

Em cenários de movimento ainda fracos da economia brasileira, com taxas de juros em patamares minimamente históricos, é natural que haja uma busca pelo mercado de securitização. Sendo o principal veículo nesse aspecto no Brasil, os FIDCs e a tecnologia financeira vêm ganhando importância crescente no País. Desde o seu surgimento pelo Conselho Monetário Nacional, em 2001, muitas mudanças estruturais e de regulação ocorreram. E o fortalecimento do seu caráter de segurança também deixou muitos investidores mais tranquilos. Mas ainda há muito a ser feito para expandir o volume de recursos alocados nesta categoria.

Os players de mercado e o próprio órgão regulador, na figura da Comissão de Valores Mobiliários, entendem que é preciso criar mecanismos para simplificar determinadas exigências, principalmente na ponta do custodiante e da administradora. A autarquia deve pautar para o segundo semestre deste ano a audiência pública que vai revisar as regras dos FIDCs para discutir com mais profundidade esse tema. É sabido que hoje há um peso excessivo por parte do custodiante. Então é necessário balancear melhor os papéis das diferentes partes.

A atuação ativa do órgão regulador já vem apresentando reflexos significativos. O mercado se sente mais maduro em fazer novas emissões. De acordo com a avaliação da Anbima, os FIDCs devem crescer dois dígitos ao fim deste ano. Ou seja, o patrimônio líquido dessa categoria de fundos deve subir dos atuais R$ 113 bilhões registrados no fim de 2018. Pontos como a expansão do investimento ao varejo e a exclusão da necessidade de um valor mínimo para aquisição de cota dos fundos foram bastante importantes para atrair demanda.

Ajuda a contribuir para o bom cenário também a questão de instituições financeiras de médio porte atuarem em nichos específicos, que muitas vezes são ignorados pelos grandes bancos. Exemplo disso foi a criação de um fundo pelo São Paulo Futebol Clube. É o primeiro time de futebol no País a ter um FIDC. Com o avanço na fiscalização, superando o fantasma das fraudes que ocorreram no passado, muitas empresas já consideram a possibilidade de recorrer a esse instrumento.

A evolução do mercado de securitização, o amadurecimento dos players que atuam nas diferentes pontas – seja na parte custodiante, na administração ou na gestão -, somado à tecnologia financeira e à participação ativa do órgão regulador, são elementos primordiais para o fortalecimento da indústria de FIDCs. Seguindo o otimismo, devemos observar uma expansão dos ativos captados, dos fundos emitidos e de novos players surgindo na gestão de recursos e na indústria fiduciária.

*Rafael Pizzardo é sócio-diretor da Fromtis, empresa líder em tecnologia e serviços para o segmento de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios. www.fromtis.com.br/

PRISCILA GOMES
Analista de Relações com a Imprensa
www.nbpress.com.br

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Discover

Sponsor

spot_imgspot_img

Latest

“A máquina do tempo” faz curta temporada em julho, no Teatro Municipal Domingos Oliveira

Peça infantil “A máquina do tempo” faz curta temporada em julho, no Teatro Municipal Domingos Oliveira Com direção de Denise Stutz, solo com texto e interpretação de Gui...

Cultura do Estado lança edital exclusivo para bandas de rock

Cultura do Estado lança edital exclusivo para bandas de rock Investimento de R$ 1,5 milhão vai contemplar bandas que apresentem composições originais   Rockeiros e rockeiras do...

Manu Bahtidão se consagra como uma das artistas mais ouvidas do Brasil ao atingir top 5 do Spotify com ‘Torre Eiffel’

Manu Bahtidão se consagra como uma das artistas mais ouvidas do Brasil ao atingir top 5 do Spotify com ‘Torre Eiffel’   A faixa está muito...

13ª Mostra Ecofalante de Cinema anuncia os filmes selecionados para seus programas competitivos

13ª Mostra Ecofalante de Cinema anuncia os filmes selecionados para seus programas competitivos Festival é gratuito e acontece em São Paulo entre 1 e 14...

Natascha Falcão faz show de lançamento do EP “Universo de Paixão”

Natascha Falcão faz show de lançamento do EP “Universo de Paixão” Cantora pernambucana indicada ao Grammy Latino apresenta seu terceiro disco ao público dia 18 de...