Orquestra Petrobras Sinfônica e a sua Academia Juvenil sobem ao palco do Theatro Municipal

Concerto de Integração: Orquestra Petrobras Sinfônica e a sua Academia Juvenil sobem ao palco do Theatro Municipal, juntas, pela primeira vez, em 13/08

O dia 13 de agosto vai entrar para a história da Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica. É nessa data, no próximo domingo (dia 13/8), que jovens alunos do projeto socioeducativo vão dividir o palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro com os experientes músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica. Sob a regência dos maestros Sammy Fuks e Tomaz Soares – flautista e violinista da Orquestra Petrobras Sinfônica, respectivamente, que também são professores da Academia Juvenil –, o repertório do Concerto de Integração traz um leque de composições que vai do clássico ao popular, com obras de Beethoven, Bizet, Brahms, Villa-Lobos e a dupla Sivuca e Glória Gadelha.

 

Orquestra Petrobras Sinfônica e a sua Academia Juvenil sobem ao palco do Theatro Municipal

Para jovens alunas e alunos da Academia, será uma oportunidade única de dividir o palco (e a estante de partitura) com seus professores, com outros instrumentistas da Orquestra e com um elenco de convidados. “É um momento histórico para todos nós, fruto de muito trabalho e dedicação. É a primeira vez em que as duas orquestras apresentam juntas um repertório inteiro, com os jovens músicos lado a lado de seus mestres. A Orquestra Petrobras Sinfônica abraça sua Academia Juvenil”, celebra Beatriz Torres, produtora executiva do Projeto Educativo da Orquestra.

Para os dois maestros, será igualmente um momento de realização. “Esse encontro simboliza a iniciativa da Orquestra Petrobras Sinfônica em apoiar jovens músicos na busca de seus sonhos. É um concerto especial em que as alunas e os alunos vão se integrar a uma orquestra sinfônica profissional e vivenciar todos os passos da preparação para o espetáculo, os ensaios e a emoção do palco”, conta Sammy Fuks, regente da Academia Juvenil desde 2019.

Ao todo, 71 músicos participam do Concerto de Integração. Deste efetivo, 29 são alunos da Academia Juvenil e 27 são músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica – 15 são professores. Além deles, haverá 15 músicos convidados, entre jovens universitários e concertistas egressos da própria Academia Juvenil.

O maestro Tomaz Soares considera que uma das alegrias de fazer parte da Academia Juvenil é conviver com um corpo discente diverso em origens e credos, de modo a trabalhar para trazer mais representatividade à cena. Entre os alunos da Academia, 60% são pretos e pardos, e 30% são mulheres. Esses números são bem diferentes do panorama nacional e impactam positivamente nos rumos do futuro da música de concerto.

“Trabalhamos para que, no presente e no futuro, as orquestras tenham cada vez mais artistas de diferentes origens ocupando os palcos e levando a música sinfônica para o grande público”, acredita Tomaz. “Ver meus alunos conquistando vagas profissionais em orquestras brasileiras e estrangeiras, serem professores de música e se desenvolverem em outros gêneros como o jazz e a house music, buscando sempre o pensamento crítico e a qualidade, me proporciona um sentimento de realização plena como professor”, completa Tomaz, que começou como professor da Academia em 2012, ano de sua fundação.

Coordenadora pedagógica da Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica, Monique Andries considera que o Concerto de Integração demonstra toda a potência do projeto socioeducativo.

“Para os jovens da academia, é uma oportunidade ímpar de compartilhar estantes de partitura com músicos que são suas referências e, para os músicos, é a possibilidade de verificar o crescimento técnico musical de seus alunos”, aponta Monique. “O público poderá verificar um trabalho sério, que vem sendo desenvolvido há 11 anos, se concretizando. A Academia Juvenil é um projeto que proporciona um percurso repleto de experiências, desafios e muita dedicação, que levará os alunos à plena profissionalização no universo da música. Por aqui, passaram mais de 150 alunos que hoje estão no mercado de trabalho. Os alunos são, em sua maioria, os primeiros de suas famílias a chegar à universidade. Isso nos orgulha muito”, comemora Monique.

Um dos destaques do repertório é “Feira de Mangaio”, da dupla Sivuca e Glória Gadelha, que ganhou arranjos sinfônicos da violinista Ágatha Lima. Aluna egressa da Academia Juvenil, a jovem entrou na terceira turma do projeto quando tinha apenas 14 anos. Atualmente, Ágatha estuda em Viena, na Áustria. “Escrever esse arranjo foi como dar continuidade a esse ciclo cheio de aprendizado, acolhimento, amizades e, principalmente, música feita com seriedade e comprometimento”, conta.

 

Serviço

Teatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, S/N – Centro)

Data: 13 de agosto, 11h (domingo)

Ingressos: R$ 2 à venda na bilheteria do teatro

Bilheteria online: https://bit.ly/TMRJ13AGO

Duração: 60 min. Classificação etária: livre.

 

Programa

Concerto de Integração

Orquestra Petrobras Sinfônica + Academia Juvenil

 

Sammy Fuks e Tomaz Soares, regência

LUDWIG VAN BEETHOVEN

Sinfonia nº 1, Op. 21

 

GEORGES BIZET

Carmen Suíte nº 1

 

JOHANNES BRAHMS

Dança Húngara nº 5

 

HEITOR VILLA-LOBOS

Melodia Sentimental

Arranjo de Vittor Santos

O Trenzinho do Caipira

arranjo de Vittor Santos

 

GLÓRIA GADELHA/SIVUCA

Feira de Mangaio

Arranjo de Ágatha Lima

 

Sobre Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica

Criada em 2012, a Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica é um projeto socioeducativo com o patrocínio da Orquestra Petrobras Sinfônica. Há 11 anos, a Academia oferece formação gratuita para jovens entre 15 e 20 anos, oriundos de escolas de música e orquestras comunitárias, a fim de prepará-los para o ingresso em curso superior de Música e sua consequente inserção profissional.

Durante dois anos, os academistas participam de aulas coletivas de Teoria e Percepção Musical (TEPEM) e de Prática de Orquestra, e têm a oportunidade ímpar de se aperfeiçoarem em seus instrumentos com os renomados músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica. Atualmente, a Academia conta com 29 alunos que se dedicam aos seguintes instrumentos: violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, oboé, clarineta, fagote, trompete, trompa e percussão. A taxa de aprovação dos alunos da academia nos  testes de habilidade específica (THEs), obrigatórios na seleção dos cursos de música nas universidades, é de 97%. 

Em 2022, em comemoração ao seu décimo aniversário, a Academia Juvenil realizou uma série de concertos em espaços tradicionais do Rio de Janeiro. Além disso, a trajetória de uma década da Academia foi contada em um documentário. Confira aqui: https://youtu.be/rEYfmBNTaGw

Sobre a Orquestra Petrobras Sinfônica

Aos 48 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores organismos sinfônicos do continente. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra se firmou como um ente cultural que expressa a pluralidade da música brasileira e transita fluentemente por distintos estilos e linguagens. Tem como diretor artístico e maestro titular Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional.

Site: https://petrobrasinfonica.com.br | Facebook: @PetrobrasSinfonica | Instagram e YouTube: @petrobras_sinfonica 

 

Modelo de gestão 

A Orquestra Petrobras Sinfônica possui uma proposta administrativa inovadora, sendo a única orquestra do país gerida por seus próprios músicos. 

Sobre a Petrobras 

Patrocinadora oficial da Orquestra Petrobras Sinfônica há 36 anos, a Petrobras oferece uma parceria essencial para mantê-la entre os principais organismos sinfônicos do continente, sempre desenvolvendo um importante trabalho de acesso à música clássica, de formação de jovens talentos egressos de projetos sociais diversos, bem como de formação de plateia. Ao incentivar diversos projetos, a Petrobras coloca em prática a crença de que a cultura é uma importante energia que transforma a sociedade. Por meio do Programa Petrobras Cultural, apoia a cultura brasileira como força transformadora e impulsionadora deste desenvolvimento, nas áreas de artes cênicas, música, audiovisual e múltiplas expressões.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Instagram

Publicidade

  • Paixão Câmeras

Últimas

7a. edição do Festival Internacional de Teatro de grupo Knots.Nudos.Nós

Coletivos artísticos da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Noruega e Venezuela chegam a São Paulo para a 7a. edição do Festival Internacional de Teatro de...

Carol Biazin lança “Amor Traumatizado” e anuncia novo álbum

Carol Biazin lança “Amor Traumatizado” e anuncia novo álbumSingle aborda liquidez dos relacionamentos e está disponível no dia dos namorados (12) Os amores líquidos, segundo...

Fresno traz a turnê  “Eu nunca fui embora”  ao Qualistage no dia 5 de julho

Fresno traz a turnê  “Eu nunca fui embora”  ao Qualistage no dia 5 de julho   Cultuada banda gaúcha toca sucessos e canções de seu novo disco...

Roupa Nova comemora o dia dos namorados dia 15 de Junho no Qualistage

ROUPA NOVA COMEMORA O DIA DOS NAMORADOS NO DIA 15 DE JUNHO NO QUALISTAGE E COM DATA EXTRA NO DIA 30Banda carioca leva sucessos de seus 40...

Priscila Senna disponibiliza EP gravado de surpresa no Centro de Aracajú 

Priscila Senna disponibiliza EP gravado de surpresa no Centro de Aracajú Com seis faixas inéditas, “Na Rua” chegas as plataformas de áudio nesta segunda-feira (10)Créditos:...