Um brinde ao Dia Internacional da Cerveja

Um brinde ao Dia Internacional da Cerveja

Toda primeira sexta-feira de agosto comemora-se o DIA INTERNACIONAL DA CERVEJA. Neste ano, a data será celebrada nesta sexta, dia 04. Para explicar melhor os detalhes sobre a qualidade dos rótulos especiais da HEINEKEN, listamos algumas dicas e harmonizações para os nossos consumidores. Segundo a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), o setor cervejeiro no país movimenta cerca de 50 fábricas, que contribui em 1,6% do PIB nacional e tem faturamento de R$70 bilhões por ano. Ainda segundo a CervBrasil, a ingestão da bebida é de 66,9 litros por pessoa durante um ano, ocupando a 27ª posição mundial em 2014. Não é para menos que, segundo dados do Ibope, a cerveja foi eleita como ‘a cara do brasileiro’.

Mas você sabe a origem dessa data? Esse dia começou com uma brincadeira entre amigos em 2007, em Santa Cruz, na Califórnia, EUA. O americano Jesse Avshalomov, um apaixonado por cerveja, contou sua ideia de ter um dia inteiro dedicado a amada bebida e junto com três amigos, Evan Hamilton, Aaron Araki e Richard Hernandez, conseguiram convencer o dono do bar preferido deles a fazer uma festa com esse tema. A celebração cresceu e ganhou o mundo. Já foram realizadas mais de 350 comemorações oficiais, em 50 países inclusive no Brasil, que ocupa a 3ª posição na lista de maiores produtores de cerveja do mundo cerveja em 2015, atrás apenas da China e dos Estados Unidos.

beer sommelier da Eisenbahn, Samuel Hoshino, fez uma seleção de estilos da Eisenbahn, uma cerveja brasileira premiada mundialmente, para a harmonização de quitutes que não podem faltar na mesa de todo brasileiro:

Churrasco

Com papel importante na formação da identidade cultural gaúcha, o churrasco é uma das maiores tradições da região Sul que ganhou todo o país. Com origem em terras remotas dos pampas, a carne na brasa ao estilo do Rio Grande do Sul ganhou o resto do país e também é muito consumida nos demais Estados.

Segundo o beer sommelier da Eisenbahn, Samuel Hoshino, em geral, carnes vermelhas combinam com cervejas que contém maltes caramelizados. As Eisenbahn Dunkel, Eisenbahn Pale Ale e Eisenbahn 5 anos são estilos e opções que harmonizam com churrasco.

Harmonização com Eisenbahn Dunkel: Seguindo a Lei Alemã da Pureza, a Eisenbahn Dunkel não é escurecida com caramelo ou corantes. Sua cor é proveniente do malte de cevada torrado, o que lhe confere paladar e aroma com notas de torrefação que lembram café. Copo indicado: Munich Tulip.

Tipo: Dunkel 
Família: Lager

Grau alcoólico: 4,8%

Tipos de malte: 5

Temperatura Ideal: 4 – 6 °C

Versão: 355 ml

Feijoada e caldinho de feijão

Prato tradicional da culinária brasileira, a feijoada tem o feijão como ingrediente básico de seu preparo, assim como carnes de boi, de porco e temperos diversos. Na Bahia, é consumida em casa, em restaurantes e em buffets de festas as mais diversas. O caldinho de feijão é preparado à base de feijão cozido e temperos diversos.

Harmonização com Eisenbahn Dunkel: Seguindo a Lei Alemã da Pureza, a Eisenbahn Dunkel não é escurecida com caramelo ou corantes. Sua cor é proveniente do malte de cevada torrado, o que lhe confere paladar e aroma com notas de torrefação que lembram café.

Família: Lager

Grau alcoólico: 4,8%

Tipos de malte: 5

Temperatura Ideal: 4 – 6 °C

Versão: 355 ml

Arrumadinho e escondidinho de charque

Dois pratos tipicamente pernambucanos, harmonizam muito bem com a Eisenbahn Pale Ale, que é uma cerveja de alta fermentação; coloração âmbar, por conta do malte tostado em sua formulação; ótima formação e retenção de espuma, sabor vigoroso e marcante. 
Eisenbahn Pale Ale – características:

Tipo: Pale Ale

Família: Ale

Grau alcoólico: 4,8%

Tipos de malte: 3

Temperatura Ideal: 4 – 6 °C

Versão: 355 ml

Alguns costumes de quem celebra a data:

1) Beber uma boa cerveja com bons amigos, com moderação!
Beber cerveja é a parte mais importante da celebração do Dia Internacional da Cerveja, mas a cerveja vai muito melhor com um pouco de conversa. Celebrar com os amigos é a melhor opção! Mas não se esqueça, se beber não dirija! Para voltar para casa utilize taxi, meio de transporte público ou privado. Além disso, é importante se hidratar com água durante o happy hour com amigos.

2) Cerveja de presente
É um fato bem conhecido que a cerveja tem um gosto bem melhor quando alguém compra para você. Faça desse costume uma tradição. Dê e ganhe cerveja dos amigos!

3) Novos sabores
Aproveite o Dia Internacional da Cerveja e se aventure em experimentar alguma cerveja que nunca provou: descubra novas opções. A data também é uma boa oportunidade para descobrir a explosão de sabores que a harmonização da bebida com comida pode trazer: desvende!

4) Agradecimento ao garçom
Amigo, chefe, companheiro, grande, campeão, seja como for o apelido, os garçons dedicam suas vidas para servir a paixão nacional. Então, no Dia Internacional da Cerveja, nada melhor do que deixar essas pessoas saberem o quanto sua função é apreciada. Deixe uma gorjeta ou apenas diga obrigado aos heróis da noite.

Dicionário da cerveja:

O dicionário cervejês é extenso e, no Brasil,alguns nomes já estão sacramentados: cervabrejasuco de cevadaloiraboaouro líquido e birra são alguns destaques. No entanto, a lista é variada e outros nomes menos comuns podem ser ouvidos por bares e botecos brasileiros: ampolahonestaberagelol. Seja como for, em uma coisa todos concordam: a cervejinha é a bebida preferida do brasileiro.

Prova disso, é o resultado de uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência. O Instituto foi às ruas descobrir que bebida é a cara do brasileiro e com 59% das respostas, a cerveja foi a grande eleita! A gelada, inclusive, desbancou outras duas bebidas que tradicionalmente têm grande relação com o país: a cachaça foi mencionada por 11% dos entrevistados e a caipirinha por apenas 5%. O café entrou no recorte de bebidas quentes e também obteve 5% das respostas.

E se a intimidade com a gelada é grande, as manias e mitos relacionados ao consumo e degustação da cerveja são variados. Abaixo algumas questões – e suas devidas explicações – que geram dúvidas entre os cervejeiros de plantão.

Mitos e Verdades:

1. A cerveja deve ser colocada deitada na geladeira para gelar mais rápido – a melhor posição para armazenar e gelar cervejas é de pé, para que a superfície de contato do líquido com o ar seja menor. “A cerveja deve ser resfriada gradualmente; colocá-la no congelador, só se for momentos antes de servi-la” explica o beer sommelier da Eisenbahn, Samuel Hoshino.

2. Cerveja tem que ser servida muito gelada – quando servida em baixíssima temperatura, a cerveja acaba anestesiando as papilas gustativas da língua, que fazem com que você perca a sensibilidade para degustar a bebida. O calor pede cervejas geladas, mas sem exageros.

3. O colarinho não serve para nada – a espuma protege a bebida da oxidação, ou seja, impede que ela entre em contato direto com o oxigênio, além de reduzir a perda de gás e ajudar a manter a temperatura. Dois dedos de espessura é o ideal.

4. Cerveja de garrafa é mais gostosa que a de lata (ou vice-versa) – o produto é o mesmo, não importa o recipiente, porém, o aroma e sabor podem ser influenciados pelo modo de conservar e resfriar a bebida. Os excessos são prejudiciais para a degustação da loura; o ideal é manter a temperatura constante, seja ela fria ou sem refrigeração. Quando ocorre a mudança brusca de temperatura, o sabor da cerveja é prejudicado.

5. Não existe copo específico para tomar cerveja – para que os diferentes sabores e aromas sejam ressaltados, cada estilo de cerveja pede um tipo de copo adequado. A pilsen pode ser apreciada em uma tulipa ou caneca, a lambic pede taças do tipo flauta e já a weissbier, copos maiores. Se não tiver o copo ideal, utilize taças de vinho branco.

6. Mulheres não gostam de cerveja amarga – geralmente o gosto doce é associado ao feminino, mas isso não determina a preferência da mulher por cervejas desse tipo. “Há influências culturais e genéticas para determinar a preferência de uma pessoa, independente de sexo, pelo gosto doce ou amargo. O paladar é algo que se constrói ao longo do tempo, e gostar do amargor é uma inclinação que pode também ser atribuída a mulher em igual proporção”, explica o beer sommelierdaEisenbahn, Samuel Hoshino.

7. Cerveja é coisa de homem – essa impressão pode ser histórica, uma vez que, na antiguidade, as mulheres produziam a cerveja para os homens a beberem. Hoje esse paradigma tem sido quebrado e podemos encontrar confrarias femininas que apreciam a cerveja em qualidade e moderação, mestre-cervejeiras que ajudaram na fabricação de boas e reconhecidas cervejas brasileiras e também beer sommeliers premiadas que entendem bastante da bebida melhor do que muito marmanjo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Discover

Sponsor

spot_imgspot_img

Latest

Cultura do Estado lança edital exclusivo para bandas de rock

Cultura do Estado lança edital exclusivo para bandas de rock Investimento de R$ 1,5 milhão vai contemplar bandas que apresentem composições originais   Rockeiros e rockeiras do...

Manu Bahtidão se consagra como uma das artistas mais ouvidas do Brasil ao atingir top 5 do Spotify com ‘Torre Eiffel’

Manu Bahtidão se consagra como uma das artistas mais ouvidas do Brasil ao atingir top 5 do Spotify com ‘Torre Eiffel’   A faixa está muito...

13ª Mostra Ecofalante de Cinema anuncia os filmes selecionados para seus programas competitivos

13ª Mostra Ecofalante de Cinema anuncia os filmes selecionados para seus programas competitivos Festival é gratuito e acontece em São Paulo entre 1 e 14...

Natascha Falcão faz show de lançamento do EP “Universo de Paixão”

Natascha Falcão faz show de lançamento do EP “Universo de Paixão” Cantora pernambucana indicada ao Grammy Latino apresenta seu terceiro disco ao público dia 18 de...

Dino Fonseca se apresenta dia 19/07 no Qualistage

Dino Fonseca se apresenta dia 19/07 no Qualistage Dino Fonseca, o talentoso cantor e compositor de Uberlândia, vai levar sua turnê Acoustic Sessions para o...