TikTok revoluciona a indústria da música no Brasil

0
335
TikTok revoluciona a indústria da música no Brasil
 
 
Estudo inédito da Winnin revela como o app vem transformando o consumo de música online da geração Z e indica o K-Pop como gênero mais utilizado
 

São Paulo, fevereiro de 2021 – A pandemia mudou a forma de consumo de muitas pessoas, principalmente em relação aos aplicativos. Dentre eles, não é novidade que o TikTok chegou revolucionando a cultura online, além de evidenciar a importância de se comunicar com a geração Z. Mas será que um aplicativo pode influenciar grandes indústrias, como a da música?

Para responder essa questão, a Winnin, martech brasileira que mapeia a cultura nas redes com inteligência artificial, preparou um estudo exclusivo revelando o impacto do TikTok no consumo de música online. A empresa analisou os formatos, trends e creators, identificando como o aplicativo gerou este grande impacto na forma de consumirmos música online.

A plataforma criou uma linha do tempo para entender como uma música se torna viral no aplicativo e consequentemente acaba sendo buscada nos streamings de música:

– A trend é lançada no TikTok
É quando o vídeo começa a ter visibilidade e viralizar a música, seja ele com uma coreografia, point of view, dublagem, covers ou challenges.

– Participando da trend
As pessoas começam a reproduzir a música em seus vídeos, duetando, dançando ou criando uma nova trend com aquele som.

– Busca pela trilha sonora em streams de música
Por aparecer em diversos vídeos dentro da plataforma, as pessoas começam a buscar pela trilha sonora completa nesses streams de música, para ouvirem no dia-a-dia.

– A música viraliza
Após as pesquisas, a música viraliza gerando um engajamento positivo em todas as plataformas.

A plataforma combinou o potencial de visualização de um assunto de acordo com o tamanho da sua audiência e chegou aos cinco gêneros musicais mais consumidos pela geração Z no app:

1º K-Pop;

2º Rap e Hip-Hop;

3º Música Latina;

4º Pop;

5º Funk Brasileiro.

Podemos perceber essa influência do TikTok crescendo dia a dia quando traçamos um paralelo com as 10 músicas mais ouvidas em 2020 no Spotify, sete delas viralizaram primeiro no TikTok. Além de entender o processo de viralização de uma trilha no app, o estudo mapeou quais os formatos que mais engajam as músicas. Não é uma surpresa que as coreografias estão no topo da lista, seguidas dos challenges, que unem a música com um desafio. Na sequência, os covers e duetos contribuem para que novos creators também divulguem suas músicas. Por último, os POV’s (point of view), que têm ganhado espaço dentro do aplicativo e dado fama a algumas pessoas, como o LzMario conhecido pelo bordão “Roi, Letícia né?”.

Apesar de ser uma das plataformas mais relevantes do momento, o TikTok ainda não é aproveitado em sua totalidade pelas marcas. O aplicativo, que impulsiona a criação de conteúdo altamente replicável, tem um grande impacto na cultura online e, principalmente, na música. Assim como a indústria musical foi impactada pela força do TikTok, outros segmentos já estão passando por essa transformação. Para participar dessa revolução, as marcas precisam se tornar verdadeiros creators, explorando formatos e colaborando com os nomes que estão impulsionando a nova era de conteúdos.

Metodologia do relatório
O levantamento levou em consideração o aumento de buscas por determinadas trilhas, relacionadas ao uso delas no TikTok no ano de 2020/21 e dentro dessas temáticas, analisou os criadores de conteúdos e os formatos que auxiliam nesse engajamento e auxílio à indústria da música. Todos os insights foram construídos a partir de dados do software proprietário de inteligência de vídeo da startup, o Winnin Insights, que mapeia novas tendências emergentes de acordo com múltiplas variáveis como setor, público-alvo e objetivo de negócios, entregando insights e permitindo que marcas e agências ajam rapidamente para criar produtos, ações e estratégias mais assertivas e relevantes.

Sobre a Winnin
Fundada em 2015 por Gian Martinez, a Winnin é uma martech que empodera a criatividade por meio da ciência de dados. Líderes globais como AB Inbev, Danone, Coca-Cola, Nestlé, entre outros, confiam na Winnin para tomarem decisões melhores e mais relevantes. O Winnin Insights, software proprietário de inteligência de vídeo, mapeia novas tendências emergentes de acordo com múltiplas variáveis como setor, público-alvo e objetivo de negócios, entregando insights e permitindo que marcas e agências ajam rapidamente para criar produtos, ações e estratégias que se conectem ao espírito do tempo e aos consumidores de amanhã. Com sócios como Coca-Cola e ZX Ventures e sede no Rio de Janeiro, a Winnin tem um time formado por mais de 70 pessoas.

MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

NR-7 Comunicação

Bruno Galo ([email protected])

Bianca Rossoni ([email protected])

Gabrielly Russo ([email protected]7comunicacao.com.br)

Tel: (11) 2344-9100

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here