27.6 C
Nova Iorque
segunda-feira, julho 26, 2021

Buy now

Luisa Mello dirige curta metragem “A poesia de Carlos Cardoso”

Luisa Mello dirige curta metragem “A poesia de Carlos Cardoso”

Vídeo, disponível no Youtube, também registra a produção de Lena Bergstein para o próximo livro do poeta

Carlos Cardoso, em cena do curta metragem de Luisa Mello

Prestes a lançar seu terceiro livro, Na Pureza do Sacrilégio, ainda em 2017, o poeta Carlos Cardoso é tema de um curta metragem dirigido por Luisa Mello, que acaba de ser lançado no Youtube.

No vídeo, o poeta conta como começou a escrever, fala sobre suas motivações, seu estilo, questões estéticas, os livros anteriores e aquele que está por lançar. “A poesia é o lugar onde me resgato”, afirma Cardoso.

“Eu achei seus poemas fortes e muito visuais também. Depois que eu o conheci, foi interessante ver o quanto sua história se reflete nos seus poemas. Durante o processo de filmagem, na medida em que conheci mais o Carlos, seus poemas ganharam novos sentidos”, diz a cineasta.

Cardoso fotografado por Lena Bergstein

O curta registra ainda o processo criativo da artista plástica Lena Bergstein, que criou desenhos exclusivos para compor Na Pureza do Sacrilégio – um trabalho que, mais uma vez, aponta para a aproximação entre palavra e pintura.

Entre outros trabalhos, a jovem cineasta Luisa Mello já dirigiu Palhaços não choram (2012), selecionado para o Festival do Rio e exibido no Canal Brasil; coeditou e dirigiu a fotografia de Canto (2016) que recebeu Menção Honrosa “pelo trabalho preciso de câmera”, pelo FilmWorks Festival, 2017. “Foi muito bom o processo, tivemos muita afinidade na forma de pensar e conceber o vídeo em termos artísticos”, diz ela, sobre Carlos Cardoso.

Curta Metragem A poesia de Carlos Cardoso

Direção: Luisa Mello

Assistente de fotografia: João Carlos Rocha

www.youtube.com/watch?v=_5MaKnQhtPw

Baixe imagens de Carlos Cardoso em alta resolução: goo.gl/JD5QAy


Sobre Carlos Cardoso

Carioca, nascido em 30/12/1973, tem formação em engenharia. Estreou na literatura em 2004, com Sol Descalço e, no ano seguinte, lançou Dedos Finos e Mãos Transparentes (ambos pela Editora 7Letras). Voltou à poesia em 2017, com Na Pureza do Sacrilégio (Ateliê Editorial). Sua produção literária é marcada pela intensa reflexão sobre fazer poético e a efemeridade da existência, além de um constante diálogo intertextual com pares como, por exemplo, Antonio Cicero, Eucanaã Ferraz e Silviano Santiago, poetas cujo o cuidado com a linguagem é condição primordial para construção dos versos.

Site: www.carloscardoso.art.br

Facebookwww.facebook.com/carloscardoso.art

Contatos para Imprensa:
RDA Comunicação Corporativa
Oswaldo Quartim Barbosa
[email protected]

 

Related Articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Latest Articles